quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Pare e pense, e se for necessário conte com a gente!





Olá!

Existe um sentimento andando por ai que nos traz insegurança... parece que 2016 ainda será um ano delicado em termos econômicos.

Eu como coach quero olhar para a parte cheia do copo... ter o cuidado de cuidar de mim e não deixar o pessimismo me levar para o estado de pouca energia, pois acredito que anos de dificuldades são anos repletos de oportunidades, e quero ter a oportunidade de compartilhar esse sentimento com todos.

Desafios deverão ser encarados, com metas bem definidas, planos de ação bem planejados e pessoas comprometidas.

Empresas serão vencedoras se as pessoas que lá trabalham se sentirem vencedoras também

Essa busca para conquistar bons resultados é se conhecer e se reinventar, como pessoas e como empresas (empresas são formadas por pessoas).

Alexandre Prates, coach de líderes e autor de A Reinvenção do Profissional - Tendências Comportamentais do Profissional do Futuro" (Editora Novo Século) diz que "O único caminho para conquistar bons resultados é a reinvenção. Isso significa acompanhar o que o mercado impõe e desafiar-se a ir além e colocar novos comportamentos em jogo",


Ele sugere algumas dicas, listadas abaixo:

1) Desenvolva novas competências;
Aprender coisas novas e realizá-las, sejam elas relacionadas ou não diretamente com seu trabalho, assumindo a responsabilidade total por seus sucessos e fracassos, sem colocar a culpa em nenhum agente externo, é um começo promissor.
De acordo com Prates, "o maior inimigo do sucesso, a longo prazo, é o sucesso a curto prazo". Por isso, é necessário que o profissional, constantemente, aperfeiçoe suas habilidades e potencialize suas competências, para que não se torne obsoleto.

2) Planeje-se e esqueça-se do resultado;
Como conseguir tempo para reinventar-se, com o objetivo de alcançar melhores resultados? Alexandre nos diz que, a palavra-chave é planejamento.
Podemos aqui utilizar qualquer técnica de planejamento que aprendemos para lidar com negócios, afinal nossa vida é um negócio e o mais importante.
Podemos começar anotando tudo que achamos importante que aconteça em um caderno (a neurolinguística aconselha escrevermos a mão, e se possível tenha esse caderno sempre perto de você). Essas anotações devem incluir objetivos profissionais, pessoais, afetivos, financeiros e familiares.
O segredo, diz o consultor, é distribuir o desempenho e a evolução pretendida em pequenos passos diários, semanais ou mensais. "Para se chegar a um bom resultado, a primeira coisa a se fazer é esquecer o resultado", provoca Prates.
O ideal é estabelecer uma meta e colocar os recursos disponíveis para atingir a meta. Alexandre diz: "Coloque o foco no planejamento das ações, porque as mudanças bruscas são renegadas em qualquer sistema". Sempre é possível dividir o problema em pequenas partes e caminhar dentro do “tamanho das nossas pernas”.
Se puder inclua em seus planos um apoio profissional para lidar com todos esses objetivos.

3) Faça hoje - Não deixe para segunda-feira ou para depois do Carnaval. Comece logo!
As ações são sempre pessoais, então resolva tudo o que depender de você. Tem uma dívida? Vá ao banco e informe-se como quitá-la. O chefe vive te cobrando uma outra língua? Vá hoje a uma escola e comece logo a encarar o desafio. "Quando você deixa para amanhã, está dando um recado para você mesmo que aquele objetivo não é tão importante assim".

4) Desafie aquilo que você acredita ser incompetência;
Faça sempre algo que você sabe que não tem competência para fazer. Isso o estimulará a conhecer novas saídas e o incentivará a ir além do que pensa que poderia.
A gente só cresce quando sai da zona do conforto. Caminhe sempre sem gerar stress, um pouquinho de cada vez e, se possível, de forma planejada.

5) Mantenha a disciplina;
Disciplina é prática, algo que se adquire com o tempo. Prates afirma que, ainda que seja necessário agir com rapidez e eficiência, não se pode ter pressa para atingir o resultado final. "Conseguir a satisfação de um cliente é consequência de um conjunto de ações bem-feitas e não de medidas desesperadas", e nesse caso o cliente somos nós mesmos.
Toda mudança de atitude deve ser focada em você mesmo, sem a preocupação do que o outro observa ou pensa. Alexandre fala:  "É preciso fazer por você, não pelo outro, não por uma razão externa".

6) Diversão é importante;
Prates defende que o caminho para se alcançar um resultado deve ser prazeroso, e eu concordo com ele. É preciso buscar ser feliz em nosso
caminho e isso implica em achar uma "receita" própria para esse estado, fazer as coisas de maneira mais simples e leve.

Temos ai alguns passos e sugestões para olharmos esse ano desafiante! 

Que 2016 seja um ano de muito sucesso para todos nós! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário